segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

A conquista do Fla ajuda Ronaldinho e Luxemburgo, rei de estaduais


É só o início do que se promete ser um novo Flamengo, com a tentativa de recuperar Vanderlei Luxemburgo e Ronaldinho Gaúcho para o futebol. Começar esse trabalho com o título da Taça Guanabara é fundamental, pois dará tranquilidade para o treinador ajustar pontos falhos da equipe. Imagine como seria tratada uma derrota contra o Boavista? A sorte para o Fla é que Ronaldinho resolveu uma partida que se desenhava enroscada.

Mas há muito trabalho pela frente. Deivid é um jogador importante e seria interessante encontrar uma forma de utilizá-lo nessa equipe. Thiago Neves ainda deve futebol, a lateral esquerda é um ponto falho e até mesmo Ronaldinho não tem um espaço exatamente definido no time, que cada vez mais pede Negueba. A conquista da Taça Guanabara dá mais tranquilidade para Vanderlei Luxemburgo trabalhar e resolver essas questões.

Inegável falar de Luxemburgo e sua vocação para os estaduais. Desde a passagem pelo Real Madrid, ele foi campeão quase todos os anos: dois Paulistas com o Santos (06 e 07), um com o Palmeiras (08) e outro mineiro com o Atlético (10). Com o Flamengo, já se garantiu na decisão.

Foto de divulgação: Maurício Val / Vipcomm

2 comentários:

seteperegrinos disse...

E aí dassler, como disse no twitter, muito boa a matéria nos olheiros.
Eu sou da periferia, cresci jogando bola nos campos de varzea, e vou te dizer, é um desperdicio o q os clubes "não fazem" na periferia.
Se sou dirigente amador de um clube, do timão por exemplo, faria algo bem simples, q serve de sugestão:
Contrata ex-jogadores, aqueles chamados de professores, escolhe um bairro, um campo de varzea, e distribui faixas pelas proximidades, bairros adjacentes, c/ os dizeres:" Atenção, grande peneira do timão no sabado, às 8 horas, leve sua chuteira, short preto, meiao preto, caneleira, identidade e 5 reais e venha jogar no timão".
Meu amigo, eu duvido, q no sabado não terá 400 moleques na beira do campo. Talvez, possa ser feito, um pouco mais organizado, c/ inscriçoes antecipadas, peneira em 2 dias, mas é só o time ir até a varzea q te digo, eu duvido q esse time não leve 2 ou 3 moleques bom de bola p/ sua base. Faça isso 1 vez por mês. Coloque os "professores" em uma van, c/ bolas e coletes ou camisas de treino e vá até a periferia, em 1 ano, eu tenho certeza, o timão vai ter verdadeiros esquadrões na sua base.
O problema é q não fazem isso, só joga na base quem tem padrinho, filho de diretor, quem paga, e aí meu amigo, acontece o q estamos vendo, a categoria de base é um fiasco, é só ver meu timão.
Um abraço.

Garrincha disse...

Faltou falar da Fla-Apito, que mais uma vez ajudou.