terça-feira, 30 de março de 2010

O Guarani era mesmo um time de aluguel


Causou espanto em muita gente quando Osvaldo Alvarez, o popular Vadão, disse que o Guarani de 2009 era um time de aluguel. A declaração foi dada dias antes da confirmação de um improvável acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, Vadão recebeu um elenco que havia caído para a Série A-2 do Paulistão e fez um árduo garimpo pelo interior de São Paulo e centros ainda menores. O que acontece com o Bugre em 2010 dá razão ao treinador.

O Guarani simplesmente perdeu praticamente todos os seus bons jogadores da equipe que foi vice-campeã da última Série B. Na disputa da Série A-2, que terminou sua primeira fase no último domingo, acabou na 14ª posição e até a rodada final corria risco de rebaixamento para a terceira divisão estadual. Em 2010, perdeu mais que ganhou: oito vitórias, cinco empates e nove derrotas, somando a Copa do Brasil.

Vadão surpreendentemente não é um dos nove treinadores de Série A demitidos neste ano, mas tem uma tarefa árdua para o Brasileiro: remontar um time capaz de não cair no Brasileirão.

Veja o destino de alguns dos titulares da Série B:

Maranhão - Santos
Bruno Aguiar - Santos
Márcio Alemão - Ipatinga
Andrezinho - Botafogo-SP
Eduardo - Palmeiras
Glauber - Portuguesa
Rodriguinho - Santos
Caíque - Vasco
Nei Paraíba - Leixões (POR)

3 comentários:

Filipe disse...

Deste jeito, não parece haver muito jeito para que o Guarani permaneça na Série A do Brasileiro.

Abraços

Faaah . disse...

O Neí Paraíba está no Irã, não ?

Felipe Rikin disse...

Olha uma coisa me chamo atenção, apesar de ser flamengo, gostei de tal de Caique, mais por onde ele anda não vem sendo aproveitado no eleco ou está com poblemas ?

contato - @feliperikin