quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Alan Kardec e Jardel


Os dois têm 1,88m. Os dois surgiram nas categorias de base do Vasco. Chegaram ao profissional com fama de goleadores, mas deixaram São Januário sem grande prestígio. Só fazem gols de cabeça, dizem os críticos. O destino foi o Rio Grande do Sul e em seguida Portugal.

Incrível como Alan Kardec repete os passos de Jardel, que em seu auge, é verdade, foi muito mais jogador. Jardel marcou mais de 200 gols em sete temporadas na Europa, números impressionantes. O Super Mário jogou sua carreira no lixo por causa da ex-mulher, se enfiou nas drogas e nunca mais foi o mesmo.

Se Jardel jogou e foi ídolo no Grêmio, Kardec passou rapidamente pelo Inter. Deveria ficar mais tempo, mas sua venda foi indispensável para o Vasco, que lucrou com um jogador descartável, bem visto na Europa por suas participações no último vice-campeonato mundial sub-20.

Jardel foi ídolo por Porto e Sporting, Alan Kardec chega ao Benfica com uma missão difícil. O time encarnado tem o ataque mais poderoso entre as seis principais ligas europeias, com média de 2,84 gol por jogo. É o time em que brilham Cardozo e Saviola, que têm a sombra de Nuno Gomes, Weldon e Keirrison. Se Kardec viveu de mal com as redes neste ano, o K9 fez 24 em só um semestre, e mesmo assim não vai bem na Luz.

Seguir os passos de Jardel em Portugal é um desafio e tanto para Alan Kardec.

4 comentários:

André Augusto disse...

Sinceramente, vai só de passagem pro Benfica, que gosta de encher o elenco de atacantes. Deve ser emprestado no futuro prum menor de Portugal ou voltar prum médio daqui.

sacramento_claudio disse...

Apesar de nunca ter visto nada de bom futebol em Alan Kardec a não ser no jogo aéreo, eu sempre tive a sensação que ele seria muito útil numa liga mediana da Europa. E pensei também em Portugal. Talvez pelas semelhanças de jogo com o futebol de Jardel, embora concorde com o bloqueiro que o ídolo gremista foi muito melhor do que será Kardec até o final da carreira. No caso do atacante do Vasco ir para um dos 3 clubes grandes de Portugal, no momento, não deve ser nada bom para a sua carreira. Isto porque o Benfica, além de ser líder, conta com vários atacantes de qualidade, como disse o blogueiro. O Porto já tem um atacante de referência em ótima forma, o Hulk. E mesmo o Sporting que está muito mal no campeonato, tem Liédson, badaladíssimo por integrar o time titular da seleção portuguesa. O ideal para Kardec seria ir para o futebol holandês que possui uma característica mais ofensiva, ótimo para "consagrar" atacantes.

Fernando Clemente disse...

vai só pra compor! os encarnados tem essa mania de encher o time de atacantes e não saber usar todos! no meu blog coluna do futebol frances com eduardo junior

Esron disse...

ACho o Alan Kardec um bom jogador, mas não é excepcional espero que ele dê certo no Benfica mais acho dificil ele ter uma sequência a concorrência no ataque é muito forte.

Abraço

Visite
Esporte Revizuiri
e
FC Velho Continente - Camp. Inglês