segunda-feira, 12 de abril de 2010

Xavi, senhor do tempo e do espaço


Até os gandulas do Santiago Bernabéu sabiam que o Real negaria os espaços a Lionel Messi. Desde a atuação monumental contra o Arsenal, a imprensa de Madri se perguntava quem conseguiria impedir o argentino de jogar. A interpretação de Pep Guardiola foi clara: deixar o argentino, desta vez, como centroavante, dentro da área, como nos 6 a 2 da última temporada. Bastava uma fresta e Messi decidiria - e foi justamente o que aconteceu.

O Real Madrid superou as expectativas em 45 minutos: marcou firme em um 4-3-1-2 onde a única saída era Marcelo pela esquerda, resguardando os quatro homens da primeira linha, mais Xabi Alonso e Gago, para sufocar o Barça. O ponto falho foi a liberdade a Xavi, que atuava no setor a ser preenchido por Marcelo. Pois bastou uma troca de olhares entre Lionel e Xavi, na hora certa, na medida certa...passe rápido do 6, gol do 10.

A opção de Guardiola (Puyol na lateral direita, Maxwell na esquerda e Dani Alves na ponta) diminuiu o fluxo de jogo do Barcelona, mas ainda assim ficou clara a superioridade dos azuis-grenás no conjunto. O Real tentava o empate à força, o Barça tocava a bola. Tentava achar o espaço...tentava encontrar Xavi.

Achou novamente Xavi livre na volta do intervalo: lançamento para Pedro, mais um gol. O Real se descabelava por um empate e os espaços se ampliavam. Pior para os merengues é que Valdés vivia uma noite de Zubizarreta, e Xavi desfilava. Achou Messi e Pedrito soltos novamente, podia ter terminado a partida com quatro assistências perfeitas e uma goleada.

Mesmo assim, o camisa 6 deixou o Bernabéu como herói, dono do jogo, virtual campeão espanhol. Um jogador muito acima do reconhecimento que normalmente tem. Senhor do tempo e do espaço no Super Clássico.

PS.: Ótimo texto do argentino Juan Pablo Varsky, do La Nación, sobre o personagem do sábado. Clique AQUI

Um comentário:

sacramento_claudio disse...

Muito bom o texto! Li o jogo dessa forma também. Xavi destruiu em campo. Fez 4 passes decisivos e 2 deles fizeram o placar. É um dos maiores meiocampistas que já vi jogar. Depois de Zico e Maradona...