segunda-feira, 12 de outubro de 2009

As mais caras e as mais eficientes

O site português Futebol Finance é leitura obrigatória na internet, fazendo sempre estudos inteligentes e curiosos. Nesta segunda-feira, o FF traz a lista das 10 seleções mais valiosas do futebol mundial. A conta é simples: foram selecionados os 25 jogadores mais convocados de cada um nas Eliminatórias e contabilizada a estimativa do quanto vale cada um.

A Espanha, com Xavi, Iniesta, Puyol, Torres, Fabregas e David Villa, é a seleção com o elenco mais caro, disparado, com 510 milhões de euros. De fato, são jogadores jovens, em alta e campeões europeus. O Brasil vem em segundo lugar, com 450 milhões de euros pelas "feras de Dunga", enquanto a França que só irá jogar a repescagem está avaliada em 440 milhões.

Para "arredondar a conta", o blog contabilizou o aproveitamento de cada um dos 10 primeiros no estudo do Futebol Finance. O objetivo, em que pese a diferença técnica entre as Eliminatórias Sul-Americanas e as Europeias, é saber se as mais caras também são as mais eficientes. Então, veja os dois rankings.

As 10 seleções mais valiosas:

1-) Espanha - 510 milhões de euros
2-) Brasil - 450 milhões de euros
3-) França - 440 milhões de euros
4-) Inglaterra - 420 milhões de euros
5-) Itália - 400 milhões de euros
6-) Argentina - 390 milhões de euros
7-) Portugal - 340 milhões de euros
8-) Alemanha - 290 milhões de euros
9-) Holanda - 280 milhões de euros
10-) Rússia - 210 milhões de euros

A eficiência das mais valiosas nas Eliminatórias:

1-) Espanha – 100%
2-) Holanda – 100%
3-) Alemanha – 92%
4-) Inglaterra – 88%
5-) Rússia – 77%
6-) Itália – 77%
7-) França – 66%
8-) Brasil – 64%
9-) Portugal – 59%
10-) Argentina – 49%

2 comentários:

André Augusto disse...

Levantamento interessante. A França vale tudo isso mesmo? A Argentina atpe vale, mas o Maradonaanda mal da cabeça...

Futebol ao Cubo disse...

Como são estimativas, todo mundo tem la seus argumentos e suas listas. Eu não vejo a Alemanha menos "valiosa" que Portugal e acho quase engraçado pensar que a França vale tanto assim.

Post bacana, e é fato: Futebol Finance leitura obrigatória. rs

Abraços.