quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Depois da queda o coice


Quatro jogos sem vitória, com três derrotas consecutivas. A margem de manobra do Palmeiras na liderança do Campeonato Brasileiro pode definitivamente acabar no fim de semana e até o Flamengo tem condições efetivas de pensar em título. A quarta taça de Muricy Ramalho já não é nada certa e, pior, o time vive momento de pura instabilidade emocional, tática e defensiva.

Contra o Santo André, o Palmeiras fazia bom jogo até levar o gol. Se aproveitava do meio-campo pouco combativo dos andreenses, mas parava na exímia atuação do sempre linear Neneca, que recebeu nove finalizações em sua meta durante a partida. Com um inspirado Camilo nas costas de Armero e depois Figueroa, no entanto, o time do ABC construiu a vitória que, temporariamente, põe o Botafogo dentro da zona do rebaixamento. E arrasa o território no Palestra Itália.

Não bastasse tudo isso, Cleiton Xavier está fora por um mês. É ruim porque se trata de jogador fundamental e pior, porque não há substitutos do mesmo perfil no elenco. Muricy precisará encontrar uma nova f'órmula para a equipe - talvez no 4-3-1-2 ou mesmo no 4-2-3-1, apostando em Marquinhos e Willians.

Tudo difícil para o alviverde, que já perdeu os ótimos Pierre e Maurício Ramos. Um desafio daqueles para as últimas sete partidas do ano.

Veja matéria legal de hoje no Terra

2 comentários:

Futebol ao Cubo disse...

Vamos ver como se comporta o Palmeiras tendo obrigação de atacar o Goiás, time que vai explorar a Av. Armero nos contragolpes.

Cada vez mais fica a sensação que o campeão de 2009 será como o Button na F1, aquela coisa de: "Alguém precisava ganhar".
Por serem 'outsiders' no início do campeonato, torço pra que Atl.MG e Flamengo briguem entre si.

Abraços!

gerson disse...

está acontecendo com o Palmeiras o que já se temia no início do campeonato: o grupo escasso. Quando sai Diego Souza o time afunda. Além disso, há outras peças importantes que estão saindo por lesão. Aí o time cai demais. Como São Paulo e Inte(mais este) parecem fora daa frequência do campeonato, é possível que o Palmeiras tenha que disputar cabeça a cabeça com Atlético-MG e Flamengo.