quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Última chamada para Gil


08 de outubro de 2008. Botafogo e Vitória no Engenhão. Gil entrou no lugar de Zé Carlos aos 34min do primeiro tempo, saiu para dar lugar a Zé Carlos aos 17min da etapa final. Foi seu último jogo profissional. Afastado por Ney Franco, voltou ao Internacional, em que tinha contrato até agosto de 2010 e vencimentos mensais de R$ 90 mil. Ficou afastado do elenco profissional desde então e se envolveu em confusão policial pelas ruas de Porto Alegre.

O período de inscrição na Série A está fechando e o Flamengo resolveu dar uma chance de jogo para Gil, agora com 29 anos. O atacante, que um dia Antônio Roque Citadini disse ser “muito melhor que Kaká”, vivia encostado no Beira-Rio. Ganhou um contrato de produtividade na Gávea para tentar a volta por cima na carreira absolutamente decadente.

Gil foi grande jogador do Corinthians nas temporadas 2002, 2003 e 2004. O esquema de jogo adotado por Parreira e Geninho, especialmente, lhe era muito favorável. No 4-3-3, deslocado pela ponta esquerda, cansou de girar sobre os marcadores e dar assistências precisas a partir da beirada do campo. Enfileirou muitos laterais direitos, ainda que fazer gol jamais tenha sido corrigido.

Desde então, administrou muito mal a própria carreira. Enciumado com Tevez no Corinthians, foi para o Japão. De lá, rápida passagem pelo Cruzeiro e pelo Gimnàstic Tarragona, candidato fácil ao rebaixamento no Campeonato Espanhol. Fracassou em seguida também no Inter e no Botafogo. Perdeu o arranque, a força física e também a ambição. Jogou a carreira no lixo.

Com um contrato de produtividade, não é ruim ao Flamengo apostar em Gil – certamente o sucesso de Petkovic serviu de inspiração. É uma opção de jogo que Andrade não tem e que poderá passar a ter. Para Gil, é quase uma última chamada.

2 comentários:

Leonardo Resende disse...

Gil não é um grande jogador.

Como você mesmo disse, viveu grande fase no Corinthians mas depois sumiu.

Mas, apesar disso, com o contrato de produtividade, o Flamengo pode até se beneficiar, por não ter jogador com características parecidas no elenco.

A única coisa que me deixou intrigado é a declaração de que ele virá pra ser reserva do Denis Marques.

Pensei que fosse pra ser o contrário.

Enfim, é aguardar pra ver.

Ah sim, deixe eu me apresentar, meu nome é Leonardo Resende e sou dono do blog Rio Futebol.
Estive navegando nos blogs parceiros e acabei parando aqui e gostei muito do que encontrei.

Gostaria de propor uma parceria com troca de links, o que me diz?

Fico aguardando a sua resposta, ok? Pode ser através de comentários lá no Rio Futebol ou

então através de e-mail.

Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com

Saulo disse...

O Gil já jogou muito bem, mas agora caiu muito de produção e não sei se foi uma boa para o Flamengo.